ERGONOMIA E FISIOTERAPIA

A fisioterapia do trabalho é uma área da fisioterapia que atua na prevenção, resgate e manutenção da saúde do trabalhador, abordando diversos aspectos como ergonomia, biomecânica, atividade física laboral e a recuperação de queixas ou desconfortos físicos.

 

Tem como objetivo melhorar a qualidade de vida do trabalhador, evitando a manifestação das queixas e patologias músculos-esqueléticos de origem ocupacional ou não, gerando aumento do bem estar, desempenho e produtividade.

Compete ao fisioterapeuta do trabalho avaliar, prevenir e auxiliar no tratamento de lesões decorrentes das atividades do trabalho.

 

A saúde ocupacional ou profissional implica na soma de todos os esforços para melhorar a saúde dos trabalhadores, tanto em seu ambiente de trabalho como na comunidade. Investigações nessas esferas podem ser utilizadas como apoio para os profissionais do serviço de saúde ocupacional de empresas, em suas avaliações e estudos sobre os fatores de riscos ocupacionais, oferecendo subsídios para medidas de recuperação da capacidade funcional e proposição de programas preventivos.

 

A análise ergonômica do trabalho trata-se de uma abordagem que visa conhecer o funcionamento e as situações laborais tornando possível compreender os seus determinantes. Constitui-se em uma oportunidade para melhor distinguir as exigências dos postos de trabalho e as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores.

 

Nossa assessoria em Ergonomia e Fisioterapia do Trabalho engloba:

 

 

  • Prevenção do desconforto ou queixas musculoesqueléticas nas atividades laborais;

  • Estudo ergonômico do trabalho, junto à equipe de saúde e segurança do trabalho;

  • Intervenções ergonômicas de correção, conscientização ou sensibilização nas empresas;

  • Palestras de conscientização, capacitação e treinamento preventivo de doenças ocupacionais;

  • Orientações posturais e ergonômicas aos trabalhadores, fora do ambiente de trabalho e nos postos de trabalho durante a execução de suas atividades ocupacionais;

  • Avaliação postural e análise biomecânica das tarefas nos postos de trabalho, promovendo a adequação do posto e das posturas para um melhor desempenho;

  • Desenvolvimento de programas de ginástica laboral;

  • Analisar os fatores ambientais, contributivos ao conhecimento de distúrbios funcionais laborais;

  • Desenvolver programas coletivos, que contribuem para a diminuição dos riscos de acidente de trabalho.

 

 

O Ergonomista é fundamental para a identificação e correção dos fatores que desencadeiam as LER / DORT, pois é capacitado para a elaboração de uma proposta ergonômica eficaz, eliminando os índices de absenteísmo e afastamento por doenças ocupacionais.